Estudantes ocupam as ruas em defesa da educação. Foto: Pedro Ferreira.
Estudantes ocupam as ruas em defesa da educação. Foto: Pedro Ferreira.

Nesta terça-feira (13), o povo vai as ruas novamente combater os desmandos do governo Bolsonaro. Na pauta, a defesa da educação pública, contra os cortes no orçamento das universidades federais e o projeto “Future-se”, que abre portas para a definitiva privatização das universidades públicas. Os protestos também são contra a Reforma da Previdência que foi aprovada em segundo turno na Câmara, e está sendo encaminhada ao senado.

Somente em 2019, foram cortados R$ 6,2 bilhões, cerca de 25% do orçamento total que seria destinado à educação, representando o maior corte entre todos os ministérios. Algumas instituições já declararam publicamente o risco de perder suas atividades devido à falta de recursos. As manifestações estão marcadas em mais de 150 cidades em todo o país.