Celso Giannazi aciona o MP, o TCM e a CGM contra o tratamento desumano nas perícias e exames admissionais que foram terceirizados pela Prefeitura.

Terceirização é sinônimo de Precarização!
Terceirização é sinônimo de Precarização!

Quando falamos que terceirização é sinônimo de precarização não estamos exagerando: em março desse ano a realização de exames médicos e periciais foi terceirizada pela Prefeitura de São Paulo. O valor pago pelo serviço que antes era feito pelo próprio poder público? Quase R$ 4,5 MILHÕES! Desde então, tudo piorou!

As denúncias dos servidores municipais se multiplicam. Além do crescimento de licenças médicas que estão sendo recusadas sem nenhuma explicação razoável, a espera por uma resposta foi multiplicada em até 20 vezes: de 3 para 60 dias! Se não bastasse, há filas, superlotação e uma espera interminável para a realização dos exames. Na manhã de 21 de setembro, o vereador Celso Giannazi esteve na sede da empresa que presta um serviço indecente mesmo com um contrato milionário. Veja!    

Em 22 de setembro, acionamos o Ministério Público (MP), o Tribunal de Contas do Município (TCM) e a Controladoria Geral do Município (CGM) para que as denúncias dos servidores municipais sejam apuradas. O assunto é urgente: a saúde dos servidores está ameaçada.