PL 598/20: fixa módulos de ATE nos órgãos centrais da SME

O prefeito Bruno Covas ataca mais uma vez os direitos dos servidores públicos ao instituir a Portaria nº 5.460/202, que extingue o módulo de Auxiliares Técnicos da Educação nos órgãos regionais e centrais da Secretaria Municipal de Educação.

Contra a medida absurda, o vereador Celso Giannazi apresentou o PL 598/20, que FIXA os módulos de ATE, garantindo que todo profissional da Educação possa trabalhar em órgãos da SME. O prefeito, ao extinguir centenas de vagas da carreira dos profissionais da Educação, torna o atendimento precarizado e diminuí o chamamento dos aprovados em concursos.