| ,
reprodução.
reprodução.

O Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP), unanimidade na América Latina em tratamento oncológico, hoje sofre com a política de privatização e sucateamento dos serviços públicos liderados pelo governador João Doria.

Doria faz com o ICESP o que já fez com o Hospital do Servidor Público Municipal, hoje abandonado, com os serviços precarizados, superlotação e pacientes sendo atendidos nos corredores ou esperando dias para serem atendidos.

Acompanhe a luta de Giannazi pela defesa do HSPM.

O ICESP sofre com o abandono, falta de recursos e de servidores para garantir o atendimento no pronto-socorro da unidade, o que gera superlotação, pacientes sendo atendidos em cadeiras. Um desrespeito aos paulistanos que buscam o ICESP.

“Doria impõe ao Estado o projeto de destruição que deixou na Prefeitura. E o que flagramos é um processo brutal de sucateamento de serviços públicos em nossa cidade e estado. Um crime! Eles estão destruindo a Saúde e Educação. Os hospitais públicos sofrem com a falta de recursos e a população sente as consequências do descaso do governador de São Paulo”, denunciou o vereador Celso Giannazi.

O parlamentar trava luta permanente ao lado do deputado estadual Carlos Giannazi pelo respeito aos direitos da população e a preservação e valorização dos serviços e servidores públicos.

“Para quem depende do SUS a situação já era difícil e, agora, a morosidade vai aumentar ainda mais. É assim em várias áreas: o governo constrói hospitais com dinheiro público e entrega para as OSS, constrói estradas e entrega para as concessionárias e por aí vai. Um absurdo!”, criticou o deputado Carlos Giannazi ao denunciar o projeto de privatização da gestão Doria/Covas.