Pela convocação imediata de todos os profissionais da saúde aprovados em concursos!
Pela convocação imediata de todos os profissionais da saúde aprovados em concursos!

Nosso mandato tem acionado o Ministério Público (MP), com alguma regularidade, para que direitos fundamentais como saúde e educação sejam efetivados. Nas últimas semanas, em meio à pandemia do coronavírus, o que era importante se tornou urgente: entramos, por exemplo, com uma representação junto ao MP exigindo a convocação imediata de todos os profissionais da saúde aprovados em concursos.

Um inquérito civil (132/2020) do MP agora solicita o mesmo ao governador João Doria e ao prefeito Bruno Covas. O procedimento, que apura “políticas públicas de prevenção, contenção e tratamento adotadas por parte do Estado e do Município de São Paulo”, ainda pede informações sobre “as medidas de ampliação da rede que estão sendo tomadas, notadamente na contratação de médicos, dos leitos de UTI, equipamentos de respiração, compra de medicamentos, insumos e testes para comprovação do Coronavírus.” Essas também são demandas do nosso mandato.

Conselho Contra o Coronavírus

Desde o início da pandemia, o vereador Celso Giannazi se esforça para garantir uma resposta adequada do poder público ao problema. Criamos Projetos de Lei e acionamos o Ministério Público, entre outras ações. Também criamos um Conselho aberto a participação popular que, além de fiscalizar os governos, poderá propor iniciativas de enfrentamento e encaminhar denúncias.

Diante da necessidade urgente de mais leitos, temos exigido a abertura de hospitais hoje total ou parcialmente fechados. Um bom exemplo é o Sorocabana, na Lapa, zona oeste da capital. Outros exemplos de hospitais visitados pelo vereador que poderiam, em pouco tempo, adicionarem milhares de leitos ao município de São Paulo em diversas regiões da cidade: Cruz Vermelha, Parelheiros, São Leopoldo, Santa Cecília e Evaldo Foz.   

Também entramos com uma representação junto ao MP, agora contemplada nesse inquérito, exigindo a disponibilização de Equipamentos de Proteção Individual (como máscaras, óculos, luvas e aventais) para os profissionais da saúde que hoje têm que lidar com casos suspeito da Covid19 sem a proteção devida. E de vida, é claro!