Em 2012, Noelia Garella se tornou a primeira pessoa com síndrome de Down a trabalhar como professora da rede pública de ensino da Argentina.
Em 2012, Noelia Garella se tornou a primeira pessoa com síndrome de Down a trabalhar como professora da rede pública de ensino da Argentina.

Depois de 5 anos formada como professora pré-escolar, em 2012, Noelia Garella se tornou a primeira pessoa com síndrome de Down a trabalhar como professora da rede pública de ensino da Argentina. Desde criança, Noelia sonhava em se tornar uma professora infantil “porque adorava estar cercada por crianças”.  Hoje com 36 anos, a professora cuida de 150 crianças em um jardim infantil na cidade de Córdoba.

Participe do Conselho de Inclusão Escolar!

Foram muitos os percalços e casos de preconceito até que ela se formasse em pedagogia em 2007. Na infância, Noelia chegou a ser recusada por uma diretora de jardim de infância que afirmou que “alí não estudavam ‘monstros’ ”. Apesar desse episódio, Noelia seguiu os estudos sempre ciente das suas limitações e potencialidades.

Já são 7 anos de docência na municipalidade de Córdoba, onde Noelia é testemunha de uma verdadeira experiência de inclusão. Foto: DIEGO LIMA/AFP

Hoje, ‘Noe’ como é chamada por seus alunos é responsável pelo programa de estímulo precoce à leitura na escola Capullitos. Já são 7 anos de docência na municipalidade de Córdoba, onde Noelia é testemunha de uma verdadeira experiência de inclusão : “Com as crianças sempre me sinto bem, seus pais me adoram e as outras professoras e diretoras que convivi são maravilhosas”, relatou a professora à Agência France Press.

Fortalecer a educação inclusiva é fundamental para que histórias como a de Noelia não sejam exceção. Por isso, o Conselho de Inclusão Escolar, iniciativa inédita criada no gabinete do vereador Celso Giannazi, pretende junto com mães, pais, ativistas educadores e todos que lutam pelos direitos das pessoas com deficiência garantir o efetivo acesso à educação para todos e todas através da formulação de políticas públicas, para que a inclusão das pessoas com deficiência aconteça de fato nas escolas.

A próxima reunião do Conselho de Inclusão Escolar é dia 05/09, às 19h, na sala Tiradentes da Câmara Municipal. Venha participar!